Categoria: Trem Intercidades

O Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Sorocaba e a Agência Metropolitana de Sorocaba, realizaram uma solicitação ao Governo Federal para assumirem a área da Estação Ferroviária de Sorocaba. A confirmação dessa informação foi feita na sexta-feira (23), em reunião realizada entre o subsecretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, José Police Neto e a secretária de Gabinete Central do município, Samyra Toledo, no Paço Municipal.

A Estação Ferroviária de Sorocaba, patrimônio histórico que há anos encontra-se abandonado, será transformada a partir do projeto do Trem Intercidades. Segundo o subsecretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, José Police Neto, a discussão com o Governo Federal está avançada. “A formalização para a conquista da área está bastante avançada. Os três órgãos serão os grandes responsáveis por caminharem juntos para o projeto sair”, afirmou.

Para representar a Agência Metropolitana de Sorocaba, estiveram presentes na reunião o diretor executivo, Leodir Ribeiro, o diretor adjunto, Octávio Christófano (China), e a diretora técnica, Sandra Lanças. Também participou da reunião a supervisora de eventos e projetos governamentais do Gabinete Central de Sorocaba, Cássia Catore.

Trem Intercidades

No final de fevereiro, o governador Tarcísio de Freitas, anunciou a qualificação de 15 projetos de concessões e de parcerias público privadas (PPPs), com investimentos que podem superar os R$ 180 bilhões em todo o Estado, nas áreas de transporte intermunicipal, cultura, educação, habitação e desenvolvimento urbano. Entre os projetos autorizados, está a implantação do trem intercidades para o transporte de passageiros entre Sorocaba e São Paulo.

O Governo do Estado já iniciou a fase de elaboração de estudos técnicos para análise de viabilidade das concessões e PPPs propostas, além dos modelos de negócio para a estruturação desses projetos. De acordo com o Estado, o trem Sorocaba x São Paulo integra um lote de investimentos que prevê concessões e expansões de linhas da CPTM e do Metrô, investimentos que somam em torno de R$ 69 bilhões.

O sistema de trem intercidades prevê a criação de uma rede ferroviária regional, com quatro linhas a partir da capital paulista, para o transporte regular de passageiros a Campinas, Sorocaba, São José dos Campos e Santos. Sorocaba deverá ser o segundo município contemplado. “O governador reconhece que a Região Metropolitana de Sorocaba empreende um processo de desenvolvimento para o estado e, mais do que isso, ele reconhece que a ligação entre São Paulo e Sorocaba, que historicamente se deu pela ferrovia, pode ser resgatada com o trem intercidades”, afirmou o subsecretário.

COMPARTILHAR:
PESQUISAR:

SOBRE NÓS:

A Agência Metropolitana de Sorocaba (Agem Sorocaba) é uma autarquia estadual - criada através da Lei Complementar nº 1.241, de 8 de maio de 2014 - vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SDUH), com sede no município de Sorocaba.
Como órgão de articulação e planejamento dos assuntos metropolitanos na região de Sorocaba, a agência busca sempre o equilíbrio entre o papel político e a função técnica, instrumentalizando as relações entre estado e municípios para encontrar soluções aos problemas comuns que afetam toda a Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).